Por Nora


"INTERFERÊNCIA EXTERNA"

Um dos problemas que interferem para o 
rompimento de vínculos conjugais causando
 até o fracasso no casamento é quando o casal
 ou um dos cônjuges permitem alguma  
INTERFERÊNCIA EXTERNA.
Seja da sogra, sogro, amigos ou outros parentes.



A vida conjugal do casal deve ser preservada,
 e certos assuntos dizem respeito apenas ao casal,
não é saudável para o relacionamento que
 pessoas externas se intrometam na vida
 particular conjugal.

Pais super protetores e dominadores acabam
 criando filhos imaturos que ao se casarem
 não assumem suas responsabilidades conjugais, 
criando assim um espaço para continuarem 
fazendo as escolhas pelo filho após o casamento.
Sentem-se no direito de palpitar na vida pessoal 
do casal, atrapalhando e destruindo a vida 
conjugal do filho.

Não ajudam, atrapalham,
não encontram seu papel na nova família
 que o filho esta construindo.
E assim muitos casamentos que tinham tudo
 para dar certo, acabam tendo problemas,
 devido a interferências externas.




Existem pais que ao descobrir que o filho casado 
discutiu com o seu cônjuge,
ao invés de  aconselhá-lo a reconciliar-se, 
chamam-no de volta para a casa deles...
Chegam a dizer: 


"Pode voltar pra cá, seu quarto 

continua do mesmo jeito a sua disposição"


Ou frases destrutivas do tipo: 



"Você merece coisa melhor",



 "Você não precisa aguentar isso",



 "Você pode ser feliz com outra pessoa,

 esta perdendo tempo, juventude", 


"Você esta em idade de aproveitar a vida,

 e não ficar preso"...e assim por diante.

A atitude desses pais esta errada, deveriam conversar
 com seus filhos e lembrar-lhes que as coisas mudaram,
 e agora, ele é um adulto e tem responsabilidades 
com sua nova família, incentivando-o que converse
 com seu conjugue para resolverem a situação.
Assim incentivariam o amadurecimento emocional 
do filho e ajudariam a ele a aprender a resolver
 por si mesmo seus problemas conjugais.





Mas claro...não são apenas os pais que costumam 
intrometer-se na vida íntima dos outros.
Existem também muitas vezes familiares e amigos
 que se tiverem uma oportunidade mínima, mesmo sem serem convocados a opinar, adoram dar seus palpites 
externos na vida alheia.
Muitas vezes criando desconfortos e problemas ao casal.

O casal necessita estar unido, em sintonia,
 preservando a sua intimidade pessoal, 
seu relacionamento, para evitar abusos
 e que fatores externos abalem sua união, 
evitando estar a mercê do fracasso.











Como é SAFADA viu...













Experiência com a Sogra







Qual mulher ou homem nunca passou por 
uma situação chata com a mãe do namorado(a)/noivo(a)/marido(a) ?

Se existe é raridade!!!
Pois não conheço nenhuma pessoa que em algum momento na vida, 
não tenha se deparado com uma saia justa
 ou não aprovação da sogra!!!

Existem algumas experiencias boas lógico, mas as ruins acontecem!

Existem muitas sogras que sabem manter as distâncias 
necessárias e positivas, e filhos/maridos que também 
sabem se afastar de forma saudável das próprias mães,
 mas para a maioria dos casais esse problema
 é infelizmente muito delicado . 
Gosto de escrever aqui no blog, me faz refletir, 
e mesmo as vezes levando para o lado cômico essa situação
 delicada e séria, eu vou aprendendo um pouco mais, 
colocando sentimentos pra fora e não guardando nada dentro de mim...


Encontrando pessoas que como eu convivem com essa 

situação de divisão na família e tudo mais que vem junto 
com a má sogra...
assim vejo que não sou a única realmente e que até existem 
situações piores que a minha....



Não vivo com o foco nisso, pois sou muito feliz e realizada 
em meu casamento, meu esposo é muito bom pra mim,
 e temos focado em coisas mais edificantes, 
que nos ajudam a evoluir e seguir a diante...



Mas gosto de estar aqui falando sobre esse assunto
 depois de tudo que passei e superei.Me sinto muito bem,
 nesse espaço que criei, meu cantinho virtual!!!.













SOGRA






S     O     G     R     A



       S e  a sua sogra não te da paz!




          O lhe bem dentro dos olhos dela,


                       G aranta que ela esteja prestando atenção...


R epita a seguinte frase:


         A senhora não tem nada melhor 
pra fazer da sua vida, do que ficar importunando a minha?
Vá preencher seu tempo praticando o bem!!!





(Brincadeirinha)  kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk


Minhas amadas noras do coração!
Sabemos que dar atenção ao que as sogras más fazem, 
é dar Ibope pra que ela se anime a fazer mais!!!
O melhor é não revidar, não surtar, manter a linha...não se igualar,
 nem pagar o mal com o mal.
Tentem contornar, e mostrar a diferença.
Entregando nas mãos de Deus!
Se nada resolver o melhor mesmo é se afastar pra cortar o mal 
pela raiz e evitar que ele cresça!
Não é nada fácil, mas necessário.

Isso deve ser uma decisão do casal, em comum acordo, 
se não , não funcionará e poderá piorar ainda mais a situação...
Nada que é forçado é bom, tem que ser algo conversado e decidido junto,
 onde marido e esposa entendem que o melhor a fazer é isso, 
se afastar por um tempo até que exista luz no fim do túnel!

Um dia as coisas melhoram...com fé em Deus!

E nunca se esqueçam de evitar trazer problemas de 
fora com a sogra no nosso caso,  para dentro de suas casas,
 evitem trazer assuntos sobre a sogra que deixem seus esposos nervosos.
Não encham a cabeça deles com conversinhas,
 deixem que eles vejam por si próprios a realidade.
Tenham paciência e dediquem o tempo vago para 
cultivar o amor entre vcs e seus esposos!
Construa bases sólidas no casamento
e nem a sogra poderá destruí-las!

Que Deus abençoe cada uma, 
dando sabedoria e paz aos corações!

Forte abraço








PRA ALGUNS UMA RELAÇÃO FÁCIL, PARA OUTROS TÃO DIFÍCIL!

Você deve aprender a aceitar sua nora/genro, 
como ela(e) é!
Não queira estabelecer prés- requisitos,
 não queira tomar a frente do(a) seu/sua filho(a) nessa escolha.

Afinal de contas essa escolha não cabe a vc fazer
 e sim a seu(sua) filho(a), o que cabe a você é sempre orientar, 
ser amiga, dar apoio, se mostrar presente e disposta ajudar...
Mas nunca decidir, a decisão final é do(a) filho(a)!

Quem irá conviver diariamente será ele(a), 
e não você.
Sua convivência com essa/esse nora/genro
 será de vez em quando.
E quanto mais você se colocar contra a decisão dele(a) 
mais ira se afastar da convivência do casal...

Não isento aqui de forma alguma
o fato também de que as noras e genros 
devem cooperar para o bem dessa relação...
Dando oportunidade para que essa
 sogra possa ver que você não é uma ameaça e
 sim que chegou para somar na família.

Mas convenhamos que em muitos casos, 
se não na maioria deles, essa sogra "do contra", 
passa do limite em tentar terminar com essa relação 
que ela não aprova e
não reconhece os esforços da(o) nora/genro em construir
 uma boa relação...
Em certos casos ela esta tão focada em fazer o mal,
 que não é capaz de enxergar nenhum bem...

E pra tudo tem limite...uma hora a(o) nora/genro 
cansa e fica mais difícil Complica mais, 
e se torna cada vez mais distante a possibilidade 
de se contornar a situação e construir algo positivo.
Sabemos que a relação mais delicada é entre as duas
 mulheres, no caso aqui sogra e nora.

Geralmente sogro só é chato,
 quando a esposa(sogra) esta por trás manipulando a situação, 
mas lógico que existem excessões...
As vezes o sogro também é difícil por si só!



Difícil ter uma sogra que não se alegra com as vitórias,
 crescimento e união do casal...
Que esta sempre buscando ver as falhas, 
os pontos negativos, as possibilidades
 para que aconteça uma separação.
Uma sogra que não torça pelo bem dessa relação...

Mas o importante é que o casal não deixe essa opinião 
e postura interferir na relação, o importante
 mesmo é a realidade que
 o casal vive, é saberem o valor que essa relação
 tem pra vocês, é caminharem juntos em uma mesma direção,
 partilharem de uma mesma opinião quanto a essa situação e permanecerem sempre unidos, zelando o casamento,
 tendo cumplicidade e priorizando o amor que existe entre vocês.
Continuem cultivando a felicidade no lar,
 evitem dar grande importância as opiniões negativas da sogra,
 evitem dar importância aos comentários
 desnecessários que a sogra fizer...


Se a sogra é do tipo que gosta de provocar, 
relevem!!!
Peçam forças a Deus, hajam com maturidade, 
não permitam humilhação mas não procurem brigas.
Se for o caso se afaste, mas não deixe a situação chegar
 as vias de fato a uma agressão maior,
 seja verbal ou física.

É muito importante que o casal não 
brigue por conta dessa sogra,
 ela não pode causar divisão entre vocês...
O casal deve sempre permanecer unido!

Lembrem-se de que não existe mal 
que dure para sempre!
Um dia essa sogra má, pode vir a se tornar 
uma doce vó para seus filhos!

A esperança deve sempre existir,
 e o problema não pode tomar uma proporção 
tamanha ao ponto de não existir uma possibilidade de perdão...
uma possibilidade de concerto...
uma possibilidade de construir algo diferente e positivo!








SOGRA CIUMENTA



O relacionamento começa a ficar sério e a sogra teme
 perder o filhinho amado!!
Duas mulheres amando o mesmo homem...
o ciúmes aparece!
Mas só as mães que não sabem encontrar seu papel
 na vida do filho que ficam assim, inseguras e com ciúmes!

Imagina, comparações!!!
Uma coisa é mãe, outra é esposa, papéis distintos, e separados...
que podem fazer parte das nossas vidas de forma tranquila...

Tem sogra que quer competir com a nora, medir forças, 
mostrar que é melhor em tudo, que sabe tudo, 
que esta certa em tudo, cozinha melhor, limpa melhor,
 passa melhor, é melhor mãe, melhor...melhor...melhor....
Essas sabichonas são fogo!rsrsrs
Tem que contar até 10, respirar fundo e depois fazer 
que não ta ouvindo esse tipo de sogra, pra não explodir!!!!kkkkk


A sogra que sabe cativar e cultivar uma amizade 
com sua nora só tem a ganhar, com uma relação harmoniosa,
 prazerosa e confortável.

Ao invés de ficar com ciúmes  as mães precisam 
entender que seus filhos e filhas precisam do amparo
 de uma esposa ou marido.
E que quando se casam as coisas mudam mesmo,
 é uma nova etapa da vida, uma nova fase, 
onde surge outra rotina, 
outras responsabilidades e prioridades....

É extremamente possível ganhar um filho ou filha 
quando seus filhos se casam...
Mas muitas preferem viver na amargura e 
orgulho afastando seus filhos cada vez mais de si...

Se a intensão é justamente o contrário,
 elas amam, sentem falta do filho, querem a presença deles, 
então por que não agem de forma a ter isso
 e não afasta-los ainda mais????

Preferem ficar na picuinha mesquinha
 e egoísta de não gostar da nora!!!
Quem vive com a nora é o filho e não a sogra!
Não precisa aceitar, basta respeitar pra 
terem uma convivência pacifica e harmoniosa, 
dentro do limite, respeito e educação.Afinal de contas o filho 
ama as duas, as duas o amam também...
Não se trata de uma competição mas de uma adaptação, 
aprender a conviver com a realidade da escolha 
do filho é melhor opção e é a maior 
demonstração de amor e respeito.

Mas as mães que acham na sua cabeça que a nora
 esta roubando o seu filho, ficam nesse ciúmes
 paranoico e cego e não conseguem manter 
uma boa relação com as noras, pois estão
 sempre de espírito armado e na defensiva/ofensiva.

Tem mãe que perde tempo e afasta os filhos
 adultos por puro egoísmo, orgulho, rebeldia,
 imaturidade, birra, tudo sentimento 
ruim e contrário ao amor...
Vai entender esse negócio!!!




FAMÍLIA X PARENTES

A sogra diz ao filho ou filha casado: 

"MAS NÓS SOMOS A SUA FAMÍLIA"


Desmerecendo totalmente a nora ou genro e 
também os netos(quando eles existem)

Um parente influenciado por essa sogra diz:
"NÓS SUA FAMÍLIA, TE AMAMOS E SENTIMOS SUA FALTA"

Quem já passou por isso sabe como é, 
os genros e noras chegaram a pouco nessa família, 
mas não fazem parte dela, o sangue que corre na veia
 deles não é o mesmo que corre nas nossas...
Ou sei la o que passa pela cabeça desse tipo de gente...

Quem é que enfrenta problemas com a sogra 
e que já não ouviu algo assim ou semelhante a isso?

Pois é, eu também já ouvi algumas vezes
 coisas semelhantes a isso, e comecei a pensar sobre...


PARENTES /FAMÍLIA:


Parentes:
Quem tem parentesco, descendentes, 
os familiares que não moram juntos.
                                               
Família:  
Conjunto formado por duas pessoas 
ligadas pelo casamento
 e pelos seus eventuais descendentes, 
que vivam juntos na mesma casa.


Ou seja, todos fazem parte da família 
mas os mais distantes da convivência 
são considerados
parentes e os mais próximos que convivam 
juntos considerados família.
Então posso deduzir que um casal que se
 casa e tem filhos ou não, formaram uma família.
Independente de laço de sangue no
 caso de marido e mulher.



Se a sogra ou parentes não te aceitam, 
mas seu esposo/mulher te ama, respeita,
 faz planos para o futuro com você, 
esta sempre ao seu lado, deixando claro o quanto você
 é importante e especial em sua vida,
 demonstrando o quanto a decisão de se casar
 com você foi consciente e feliz, concentre suas forças
 e foco nisso, ou seja  nas coisas boas dessa relação...
Em um casamento deve existir concordância e união, 
além do amor, respeito e tudo mais...
Não deixe que terceiros interfiram na
 intimidade do seu casamento, na
felicidade de vocês, ou atrapalhe sua vida, viva 
em paz com seu marido/ esposa pois foi com 
quem você se casou e irá conviver e construir uma família.
O que os de fora pensam ou deixam de pensar 
não é problema de vocês, e sim deles próprios,
 o que falam por despeito
 não é tão importante quanto o que você 
pode construir com seu/sua esposo(a)...
O  importante é a verdade que vocês vivem juntos,
 a história que querem construir.
Aprendi a dar mais valor ao que sou do que ao
 que as pessoas acham que eu sou...
pratiquem isso 
e notarão  como ajuda a ignorar a opinião 
de quem não deseja nosso bem...
Pense que quem não te ajuda estando perto, 
melhor ficar mesmo longe pra não te atrapalhar, 
e quem tem que estar perto é somente quem merece 
estar nesse lugar, pois é a sua vida e é muito especial
 pra qualquer um fazer parte.

Se cada um vivesse seu papel sem invadir
 o espaço do outro, todos viveriam melhor!
Não é preciso medir forças de quem pode mais, 
quem ama mais, quem representa mais, 
quem é mais importante
...quem conhece mais, ou convive a mais tempo, 
quem ajudou mais, sei la mais o que,
essas tolices que as vezes acontecem por 
algum motivo qualquer...
Se cada um tivesse bom senso de respeitar os limites,
 de pensar melhor antes de agir,
 teria seu valor, espaço, importância 
bem definidos naturalmente!

Pois nada que é forçado traz o resultado esperado,
 mas o que vem naturalmente pelas atitudes certas
 acontece com um impacto super positivo e gratificante,
 trazendo paz e alegrias, proporcionando momentos felizes.


"Não devemos nos preocupar tanto com o que pensam 
ou vão achar de nós, devemos pensar em ter nossa 
consciência limpa, poder deitar no travesseiro á noite 
e dormir tranquilos, podendo ter comunhão com
 Deus e vivendo um casamento feliz!
 O resto com o tempo Deus se encarrega de tudo!"

Nora;)





PARENTES 

INFLUENCIADOS

PELA SOGRA

Deveria dar um nó na língua das sogras falsas e mentirosas!!!!

Muito comum acontecer quando uma sogra não 
aceita uma nora ou um genro é ela começar
 a envolver os parentes nesse problema pessoal dela.
Com aquela língua perigosa e afiada ela começa 
a inventar histórias, aumentar outras, começa 
a espalhar seu veneno entre os parentes para que
 acreditem e fiquem ao seu lado nessa luta conta a nora/genro!

E o pior é que na maioria dos casos conseguem
 envenenar alguns parentes com seu poder de 
manipulação e esperteza, sempre se fazendo 
de vítima das circunstâncias
que elas constroem por si só.

Contando sempre a história do jeitinho que convém a elas, 
e nunca assumindo o que fazem...
e quando assumem alguma coisa ou outra sempre tem 
aquelas desculpas esfarrapadas para justificarem suas atitudes
 a principal é
 "Errei por amor", como se por amor valesse qualquer coisa, 
mesmo que seja uma atitude desrespeitosa, invasiva, sem limites...
E mesmo assim assumem não para se redimirem
 nem se corrigirem, assumem por um 
propósito pessoal próprio.

O que muitas vezes é difícil para nós noras e genros 
entender é que essa sogra é problemática entre a parentela 
desde sempre, todos a conhecem muito bem, a maioria
 ja até teve problemas com ela, e mesmo assim 
apoiam seus erros e dão razão a ela que não tem nenhuma!
Como pode???

Se fazem de cegos, tapando o Sol com a peneira
 Outrora quem dizia que a sogra era assim 
e assado mesmo,que tinha que ter paciência
 e não levar muito em conta suas atitudes... 
hoje a defende em seus erros...
quem dizia que ela era louca mesmo,
 agora defende suas loucuras...
quem dizia que ela era 
problemática por" x" ou "y" motivos,
 agora diz que ela é certa...
Afinal ela é parente de sangue e os genros e noras
 que chegaram agora não são!




Como existe sogra linguaruda por ai não é mesmo?
E parente que gosta de estar envolvido em 
problema alheio pra preencher seu tempo mal ocupado,  
com outras coisas não com os problemas pessoais em sua casa...
O maior problema dessas sogras também é 
que adoram falar sem freio na língua, dizem o 
que querem, o que pensam, adoram inventar também, 
soltam o verbo pra cima dos genros e noras,
 e enquanto esses genros e noras engolem 
calados esta tudo bem...

Mas se os genros e noras se cansam algum
 dia de ouvir tantas besteiras a seu respeito
 principalmente e decidirem falar alguma VERDADE 
para essa sogra,  ai o mundo só falta a acabar,
 pois essas sogras são boas de língua mas ruim de ouvidos!!!
Ai elas se fazem de coitadinhas, vítimas, desentendidas,
 ofendidas, magoadas, e por ai vai pois o 
drama que elas fazem é como uma novela mexicana,
 daquelas bem ruins e pior ainda de quinta categoria.



QUANTO AOS


Quem compra a ideia da sogra errada como sendo certa,
 sempre é aquele parente problemático também, 
que tem pensamentos e atitudes compatíveis, 
pois os semelhantes neste caso se apoiam...

Geralmente é aquele parente então  que gosta
 de se envolver na vida dos outros, que adora saber
 de alguma coisa para ter um assunto pra fofocar na semana!
Desocupados que tem tempo de sobra pra deixar
 sua casa e ficar enfiados na casa dos outros, fofocando.

E sempre sentam no seu rabinho pra ficar 
cuidando do rabinho do outro!
Com seus bunbunzinhos todos bem sujinhos, 
 ficam procurando sujeira nos bunbuns dos outros!!

Esses parentes são sempre aqueles que 
nunca ajudam em nada, falam, falam,
 mas nada fazem para ajudar, 
são bons apenas de gogó,
 mas são apenas palavras vazias jogadas 
ao vento como folhas secas...
São aqueles que dizem que amam apenas e
m palavras mas em atitudes não demonstram isso, 
prometem e nunca cumprem, quando vcs passam
 por dificuldades sempre dizem que só ficaram sabendo depois, 
os que usam pretexto para justificar o que 
poderiam ter feito mas não fizeram!


Mas por outro lado existem parentes que se
 preocupam com sua vida particular e se não 
podem ajudar não atrapalham a sua, ou melhor,
 não se envolvem, ficam neutros.
Se precisam ouvir, evitam falar de mais, se
 lhes é pedido um conselho ai sim eles se manifestam 
em uma opinião pacifica e neutra.
Mantendo um bom
 relacionamento com ambas as partes em questão 
envolvidas sogras/genro ou nora, pois esses
 parentes conhecem essa sogra e também sabem 
que é natural uma certa tensão nesse relacionamento.


Aos genros e noras que ja viveram esta situação
 ou vivem ainda , quando como se não bastasse 
a sogra perturbando nossa vida ainda vem uns 
aliados juntos a ela que podemos  chamar de 
"parentes indesejados"

Penso eu que seu conjugue se posicionando 
com os parentes dele(a) ajudará e muito a evitar
 conflitos desnecessários, te protegendo de
 certa forma nisso fará com que você se sinta  
segura(o) quanto ao relacionamento de vocês,
 seja ele um namoro, noivado ou casamento, 
assim a relação tende a não ser afetada 
como seria se ele(a) não se posicionasse.



Por fim, alguns seres humanos tendem a 
sempre complicar as coisas ao invés de facilita-las, 
se prendendo a sentimentos banais e se envolvendo 
em problemas que não são deles que podem ser evitados,
 pois problemas ja surgem em nossa vida sem que
 a gente os procure, procurando então...e enquanto isso
 a vida vai passando tão rápido!




Nora;)







SUA SOGRA É COMO MÃE 

ADOTIVA PRA VOCÊ?






Estive pesquisando um pouco como é a relação
 das sogras em outros países, e apesar de ser 
em menor escala também existem problemas
 nessa relação por ai ao redor do mundo!

O que me chamou a atenção foi a tradução
 da palavra sogra no inglês, 
sogra = mother (mãe) ou
 no substantivo sogra = mother-in-law (mãe de lei), 
usado também no caso de madrastas 
como significado de "MÃE ADOTIVA".

Achei muito interessante pois a palavra ja 
diz tudo sobre como deveria ser esse relacionamento, 
apesar de que por la também existem
 dificuldades como por aqui.

Como sua sogra é para você, uma sogra má,
 ou uma mãe de lei (mãe adotiva)^^ ???

Bom se for como uma segunda mãe 
vócê é uma pessoa de muita sorte,
 e essa relação é construtiva, parabéns!

Mas se ela for uma cobra...o melhor é mesmo 

manter distância pois o instituto 
butantãm dependendo da sua localidade 
pode estar muito longe para você buscar o antídoto kkkk

Mas continuando...


Se esse nome dado as sogras no inglês

 fosse a realidade que vivem por la 
 isso poderia servir de exemplo para muitas
 sogras aqui no Brasil não acham??rsrsr
Seria tudo mais fácil e a família sempre cresceria 
de maneira harmoniosa e tranquila.
Acredito que toda mãe conforme seus filhos 
crescem, tendo ela um instinto materno natural, 
sonha em ter netos, ser vovó!
E como dizem (ainda não passei por essa experiencia), 
que ser vó é ser mãe duas vezes, amor em dobro, 
então essa vó desejaria o melhor aos seus netos; 
o que seria o melhor para esses netos??

* Que seu filho tenha uma aventura e 
engravide uma moça por ai, mas não se case com ela, 
mas continue na casinha da mamãe, e assim traga o
 netinho pra viver com eles, onde não exite 
expaço para a mãe da criança;

*Que sua filha, engravide solteira, não imagine
 quem seja o pai, ou se saber quem é não se casar 
e ficar com esse netinho na casa da vovó,
 e esse pai não fará parte da família;

*Que seus filhos se casem, construam suas famílias, 
criem seus filhos e você participe 
de forma positiva e construtiva;


Bom...o melhor seria aceitar a escolha dos filhos
 e ser amiga dos seus genros e noras, facilitaria 
a vida de TODOS.Assim essa sogra curtiria seus
 netos numa boa, continuaria tendo participação 
na vida dos seus filhos casados, e ganharia 
genros e noras com quem ela pudesse sempre 
contar em todos momentos da vida, 
 pois ganhará FILHOS ADOTIVOS.


Como deveria ser essa relação de sogra e 
atitudes com seus genros e noras, 
nessa família nova que seus filhos constroem???
Encontrando seu papel e espaço 
de maneira respeitosa e não invasiva!


Algumas dicas para sogras:

  • Renunciar o cuidado do seu filho ou filha para o genro ou nora;
  • Não visitar a casa do casal sem avisar antes;
  • Não interferir na criação dos netos;
  • Não tomar partido nas brigas do casal, procurar ser sempre neutra;
  • Dar conselhos ou opiniões apenas quando for solicitado, e pensar antes de falar;
  • Não ficar criticando, se não puder ajudar, não atrapalhe;
  • Evite fazer pré-julgamentos dos futuros genros e noras;
  • Não seje preconceituosa;
  • Não reclame da(o) sua/seu nora/genro para seu/sua filho(a) e vice-versa;
  • Espere o casal se adaptar um ao outro, as coisas mudam, você ja se casou e sabe como é dificil o começo do casamento;
  • Se você morar na casa deles siga as regras da casa deles e vice-versa;
  • Não compita atenção ou amor com seus genros, cada um tem seu papel ,valor, e espaço;

Nora;)







PARA AQUELAS QUE SÃO OU AINDA SERÃO SOGRAS!!!



Bom... se é que alguma sogra vai ler 
esse blog(deveria), mas eu sabendo que todas nós
 MÃES deveríamos ser sogras um dia, 
achei interessante postar algo que coopere de
 alguma forma nem que seje para refletir, ou se preparar!

Geralmente o problema maior é entre noras 
e sogras, um de meus cunhados costumava 
dizer vulgarmente que "MULHER É RAÇA MALDITA"
(não concordo lógicooo) ...
 ele  fala isso não por ele não gostar de mulher,
 mas ele completava a frase dizendo: 
"Todo problema que acontece no mundo, 
mesmo que envolva homens se você for
 buscar o começo, o fio da meada, tem mulher envolvida."

Alguém concorda com isso????rsrsrs
O que acontece entre sogras e noras muitas vezes 
é o ciúmes e até em alguns casos uma competição
 pelo amor do pobre e coitado do filho/marido que
 fica no meio sem querer magoar nenhuma das
 partes envolvidas, já que cada uma tem seu valor, 
papel bem definido(por ele) e é amada também!

Mas o que acontece com essa mãe e como 
ela pode procurar não surtar na hora em que 
o filho diz que vai se casar????
Ainda mais quando ela não gosta dessa nora!!!
Como se preparar para isso???
PRATICANDO DESDE SEMPRE O DESAPEGO!!!



Não é fácil, isso é fato...
Mas sempre ouvimos dizer que não criamos 
os filhos pra gente e que quando eles 
crescem criam asas e querem voar...
Mas quando isso acontece parece que as 
mães ficam surpresas, mesmo que seu filho
 tenha 40 anos e ainda viva com ela!!!!

Acredito que esse chamado muitas vezes de
 "LUTO" da perda quando os filhos se casam 
é normal, afinal é uma mudança na casa,
 rotina, vida, dessa mãe que agora que cumpriu 
seu papel de mãe precisa viver outras fases da vida!
Essa mãe vivia um papel de mãe integral,
 agora os cuidados dos filhos já não são tão 
necessários quanto antes quando
 pequenos e adolescentes.
Mas é a realidade da vida desde 
que o mundo é mundo!


Quando essa mãe tem um filho que sempre 
foi muito apegado a ela, que sempre foi
 preocupado e a ajudou, as coisas tendem
 a ser mais difíceis, pois ela sente que
 "outra" tomou o seu lugar e que ficará 
desamparada depois que ele se casar.


As sogras devem entender que, o filho saiu
 do ninho, mas que não é definitivamente, 
ele estará presente 
"dependendo da postura
 dela dela em relação a esse casamento",
 para eventos como, almoços em família 
de domingo, datas festivas, comemorativas,
 eventos familiares, existe telefonemas também...


Muitas vezes o filho não pode estar muito 
presente devido a vida profissional e
 compromissos e responsabilidades que 
ele assume, principalmente no começo do 
casamento pela fase de adaptação a 
nova rotina de vida e convivência com a esposa...
Não por que ele não te ame mais, ou não se 
sinta mais bem em sua casa, nem por que
 a esposa proíba ou também não te ature como você a ela!


Como deve ser o momento de um 
casamento, seja de quem for???
De felicidade, união das famílias para se
 conhecerem melhor e ajudar o casal, 
almoços de planejamentos da festa, vestido, 
convidados, essas coisas...
Não de problemas desnecessários!


É um momento de transição que 
a sogra deve conduzir
 da melhor maneira para que venha fazer
 parte de tudo presente e positivamente, 
fazer parte da história desse casal como uma 
pessoa que ajudou, cooperou e marcou
 de forma feliz para ser contada posteriormente aos netos!!!


A mãe quer ajudar a escolher as
 cortinas da nova sala do casal,
 o pai quer palpitar na compra
 do carro que eles irão comprar,
...isso pode acontecer se tiverem 
um bom relacionamento mas
 se não tiver não insista 
nem piore mais a situação.
Não terá como vocês colherem algo
 que não plantaram, nem conquistaram!
Então não adiantará ficar questionando:
  • "Como eles podem nos excluir?",
  • "Eles não nos valorizam!",
  •  "Por que tomaram essas decisões sem nós?"
  • "Eles abandonaram a família?"
Não fique presa a sentimento de ciúmes, 
competição, perda.Não se apegue ao que perdeu, 
mas valorize e reconheça o que pode ganhar.
A estrutura familiar vai mudar, mas 
pode ser pra melhor!Pense nisso!
O seu papel vai mudar, você além de mãe será 
sogra(boa) e vovó(boa), suas funções mudará também.
Não é preciso fazer disso um drama, nem uma
 novela mexicana de quinta categoria, são as etapas da vida!


O filho passará a se relacionar mais com a
 esposa dele, isso é normal e natural que aconteça, 
não buscará tantos conselhos seus, nem tantas dicas pra filmes,
 lugares, e nem terão mais longas discussões.


Quando vier os netos, veja como você se ajusta sem 
interferir na criação que os pais da criança dão a ela,
 você criou os seus e eles criam os deles mas você pode
 participar sem interferir ou tirar a autoridade dos pais, 
o importante é sempre manter um diálogo aberto e 
honesto entre as partes!
O que você sentiu que perdeu com seu filho poderá viver 
de certa forma com seus netos!


A vida que você tinha antes com seu filho não será 
mais a mesma, se antes vocês costumavam 
frequentemente passear juntos, ao cinema, viajavam,
 agora fica mais difícil  mas você precisará superar 
esse choque para prosseguir a vida sem entrar
 em depressão ou viver envolvida em brigas!
Ou pior, perder espaço nessa nova etapa da
 vida do seu filho, pois conquistar novamente esse
 espaço que lhe é oferecido sempre é 
mais difícil para todos!
Pois envolve feridas abertas, reconhecer o erro
 e liberação de perdão entre todos!




Acredito que seja mais difícil para as mães
 solteiras ou viúvas, deixar ir o filho, por insegurança 
e medo, mas quem planta bons frutos colherá 
bons frutos isso é fato, basta olhar ao redor !


Quem planta amor colherá amor!


E não se esqueça sogra que:
  • Ninguém é perfeito nesse mundo, 
  • (nem você) e ficar idealizando a nora
  •  perfeita só trará problemas a você mesma;
  • A idealização é geralmente a causadora dos problemas;
  • Apenas oriente seu filho mas nunca se ache no direito de tomar as decisões finais por ele, pois quem viverá com a esposa no dia a dia será ele e não você!Ele tem o direito de tomar suas decisões e aprender com elas para adquirir experiência e maturidade;
  • O filho escolhe a esposa e não você a nora;
  • Conquiste o amor, repeito e amizade da nora, não destrua sua relação com seu filho;
  • Evite ser manipuladora, mandona, ter ciúmes obsessivo, e não interfira de mais onde não existir necessidade;
Enfim não existe manual, mas existe bom senso,
 educação, respeito...valores que ajudam muito.
Existem também vários maus exemplos pelo
 mundo (por isso a fama das sogras)
para tomarmos como exemplo do que não se 
deve fazer e o que podemos fazer para melhorar!


 Se vai ser sogra vá preparando seu psicológico 
e se já é seja uma boa sogra quebrando esse
 tabu de que toda sogra é ruim, seja a diferença!


 E ainda mais, se já errou corra 
atras de mudanças 
enquanto ainda é tempo, viverá muito
 mais feliz e em paz assim!


bjs a todas e todos!!!Espero ter 
escrito algo que ajude!

Nora;)





PRIMEIRO ENCONTRO

 COM OS SOGROS, 

SAIA JUSTA!



Muitas vezes o primeiro encontro já revela o 
tipo da sogra, do sogro e cunhados,
 e como será essa relação entre vocês... 
Você chega la e já sente um clima pesado, 
desagradável de desconforto total...
onde a conversa mais parece um interrogatório
 da sua vida do que uma apresentação
 para a família.Onde a saia justa acontece 
e você se sente até pressionado(a) a ter
 que responder algumas perguntas pretensiosas 
e sem pé nem cabimento!Pra tentar agradar
 e deixar boa impressão, 
o que nesse caso 
não adianta pois já existe uma pré má vontade
 em aceitar você, por vários motivos pessoais 
familiares que não tem nada a ver com você na realidade.


Outras vezes você chega e é bem recebida(o)... 
mas com segundas intensões, não se engane,
 esteja atento, receptivo mas não confiante de mais, 
pois geralmente é apenas pra ver se o que existe
 entre você e seu/sua  namorado(a) é sério ou passageiro, 
se for passageiro você não terá grandes problemas com
 a sogra,você vai percebendo com o passar do
 tempo que a máscara da sogra começa a cair,
 o caldo começa a engrossar, isso acontece geralmente,
 quando ela percebe que o namoro esta durando,
 e que pode ficar mais sério até chegar ao casamento...


Outras vezes você vai preparando
 seu psicológico antes de ir, já imaginando o pior, 
chega com medo, sem saber como se portar, 
mas vê que as coisas são diferentes ao que você imaginava!
Essa minoria de genros e noras, podem ser
 chamados de felizardos, onde ao conhecer
 seus sogros encontram neles respeito, amizade, 
carinho e apoio, e nesses casos quando eles não
 podem ajudar a vida do casal também
 não costumam atrapalhar...

E no caso do namoro evoluir esses genros

 e noras ganham segundo pais e essas sogras 
e sogros aumentam a família com mais filhos
 de consideração!!!O sonho de todos 
nós mortais não é mesmo???

Já não basta a dificuldade

 atual de namoro e
 casamento no mundo, e vem essas
 mães ainda piorar a situação!!!

Fico aqui imaginando as situações que acontecem
 no primeiro contato com a sogra, das muitas 
histórias que existem espalhadas por ai nesse mundão!
Afinal os conflitos com sogra existem por 
todo canto e feliz do genro e nora que tiveram
 a sorte de encontrar bons sogros!!!

Espero receber histórias sobre esse primeiro
 contato, pra servir de alerta, inspiração, diversão, 
motivação... aos futuros genros e noras que irão
 ter que passar por isso um dia!!!

bjs

Nora ;)





IMPLICÂNCIAS

 DA SOGRINHA!!!

                                                                   DELICADO!
              Apesar de vocês terem escolhido um
 ao outro a sogrinha e o sogrão não aceitam
 o namoro/noivado/casamento de vocês????
A coisa ta preta pro seu lado???
           

A relação com a sogra é meramente circunstancial

e as duas partes (noras/genros) e (sogros) 
deveriam se esforçar para evitar conflitos desnecessários,
 já que a única coisa em comum mesmo é o
 afeto por uma mesma pessoa, o(a) filho(a).

Apesar de vocês terem um ótimo relacionamento
 entre si a sogra é contra???
Esse tipo de sogra inventa mil coisas pra não 
apoiar a escolha do filho, então se encontrar
 algum  espaço começa envolver até mesmo
 os familiares tentando coloca-los contra
 essa nora/genro, e muitas vezes consegue.
 Quem vive ou já viveu algo semelhante

 a isso sabe como elas gostam de arrumar
 motivos dos mais variados, infelizmente as
 vezes ultrapassando os limites do respeito e do bom senso...

Esse tipo de sogra MÁ, geralmente faz o

 tipo de vitima da situação que ela própria 
cria,manipulando a situação e as pessoas ao redor,
 mudando da água pro vinho de um segundo para
o outro pra manter as suas maldades na ativa!

Andei pesquisando algumas implicâncias 
e até por alguma experiencia
 própria enumerei ALGUMAS... pois essas sogras
 inventam cada coisa que seria uma lista
 enorme se fosse colocar tudo! 

Veja se alguma dessas implicâncias já

 aconteceram com você:

ANTES DE SE CASAREM

1- Você é muito POUCO para o(a) filho(a) dela;

2- O(a) filho(a) é muito BONITO(a) pra você;

3- Sua PROFISSÃO é muito inferior  comparado ao(a) do(a) filho(a);

4- Sua condição financeira é muito baixa;

 5-A cor da sua pele não condiz com o(a) filho(a) e família deles (RACISMO);

6- Seu passado não é o que ela esperava para o(a) filho(a), se você tiver filhos de um relacionamento anterior então, piorou!!
 Para ela seu passado te condena.Não importando o hoje mais sempre o ontem;

7- Ela implica com seu modo de vestir, calçar, tudo é motivo de implicância, se a roupa é curta é porque é curta de mais, se é comprida é porque é comprida de mais, larga, larga de mais, apertada, apertada de mais, resumindo pra ela você não sabe nem se vestir;

8-Se você fala muito é porque você é uma pessoa  faladeira, se você fala pouco é porque é uma pessoa metida;

9- Algumas mães se a família é baiana, a nora(genro) deve ser também, se é mineiro, também deve ser...Se são gaúchos também...Até com isso elas implicam;

10- Se o filho faz ou já fez faculdade ela acha que a nora/genro devem ter curso superior também.

11- Sua religião é diferente da dela.Algumas implicam com isso;

12- Onde você mora também em alguns casos é analizando Sua condição financeira também tem grande influência!!!Tem umas que são interesseiras!


DEPOIS DO CASAMENTO

1- A nora/genro não cuida do(a) filhinho(a) como ela;

2- A nora não cozinha como ela, faz comida muito salgada, ou sem gosto de nada, ou os horários das refeições estão errados (pra ela);

3-A nora não lava nem passa as roupas como ela;

4- A nora não limpa a casa direito como ela limpa;

5- A nora não cria os netos do jeito certo(dela);O genro não sabe ser um bom pai;

6- A nora não trabalha fora e depende do filho dela;O genro ganha muito pouco;

7-A nora trabalha de mais deixando os afazeres da casa a desejar;O genro deveria ajudar mais na casa;

8- A nora gasta muito, gosta muito de luxo, vai muito ao cabeleireiro e manicure, gosta de comer coisas caras...O genro tem carro velho ou novo de mais pras condições dele;

9- A nora genro/ roubou o(a) filhinho(a) dela;

10- Se a nora casa grávida, ela diz que o filhinho só casou-se por causa da gravidez e não por amor, e as vezes diz até que a nora engravidou de propósito pra prender o filhinho dela, dando o golpe da barriga;

11-  Se o filhinho dela tem boas condições, diz que a nora casou por interesse no dinheiro dele, não por ama-lo;E quando nasce os filhos ela diz que a nora já fez pensando na herança;

12- Como o contato com o(a) filho(a) diminui por conta natural do casamento, rotina e compromissos do casal, ela insiste em afirmar que o(a) filho(a) esta de cabeça feita, ou que é a nora/genro que proibe ele(a) em ir mais na casa da mãe;;

13- Algumas insistem em dizer que o(a) filho(a) esta tomado por uma macumba, um encantamento de amarração por isso se casou com essa nora, com esse genro!



É um absurdo atrás do outro em matéria 
de motivos para ser contra...Alguns motivos
 reais que incomodam ELA, outros motivos PASSADOS
 que apenas ela insiste em trazer para a atualidade,
 outros relacionados ao preconceito em todos os sentidos,
 mas também não podemos deixar de falar sobre os inventados, 
desse ela são especialistas!

E você se enquadrou em algum, ou em alguns???
Tem outros motivos absurdos pra contar???
Estou aguardando a sua história!
Nem precisa se identificar, basta enviar para:

Nora;)






RECICLAGEM DE 

SOGRAS!!!!!

UMA RECICLAGEM SERIA BOA!!!!




Ja pararam pra pensar se existisse um lugar
 específico para sogras dominadoras, falsas,

 stressadas, surtadas, ou seja, para todo 
tipo de sogra que não
 consegue aceitar que o filho namore ou se case...
As que pensam que sabem a esposa certa, 
as que acham defeito em todas as pretendentes!!!!


Seria uma espécie de SPAR PARA SOGRAS...
Quantos genros e noras até pagariam pra ela ir relaxar!!!
Lógico né, teria que ter garantia de resultados, 
teriam que ter métodos e especialistas avançadoe e capacitados, algo inovador...poderiam patentiar essa idéia,
 daria muito dinheiro rsrsrs
A sogra, voltaria diferente!Uma versão melhorada!!!
Ja pensaram até agradecida!!!
Seria uma benção!!!!!!
                                                                 
Meu sonho de consumo!


Nora;)







TEM SOGRA

 QUE SE DUVIDAR 

MORDE!!!!



É TEM SOGRA QUE FAZ O TIPO BARRAQUEIRA, 
ESSA MORDE!!!KKKK

No ápice do nervoso algumas sogras
 chegam a essa extremidade de agressão física...
O que leva a uma dificuldade maior de entendimento 
e perdão posterior.Melhor mesmo é procurar evitar e evitar!!!

Geralmente ela ja demonstra sinais de ser capaz de tal atitude
 o que ja serve de alerta para previnir que isso 
venha acontecer de fato.
Uma situação totalmente desnecessária e repugnante, 
desprezível e embaraçosa, ao qual os resultados sempre serão ruins.
E se você entrar na pilha vai acabar ficando 
de vilã e a sogra ainda de vítima da cisrcunstância.
(Elas adoram se fazer de vítimas)
A chave é não entrar no jogo dela!

Se você não gosta da maneira com que ela age, 
não se iguale nas atitudes, 
nem dê espaço para que ela possa agir.

Se a situação de fato acontecer mantenha 
uma postura superior e não desça o nível como ela, 
assim depois da tormenta apenas ela ficou de barraqueira 
e descontrolada, e vc com sua consciência limpa 
podendo deitar e dormir abraçadinha na paz com seu marido,
 e ainda receber um mimo extra dele por sua postura!!!

Mas nunca procure dar motivos para que isso aconteça,
 ja basta os que existe na cabeça da sogra!Evitar
 barracos é sempre a melhor opção!

É isso.

Atensiosamente,
Nora;)






AMOR OU EGOÍSMO?




Que amor possessivo egoísta é esse que algumas 
mães desenvolvem por seus filhos, 
alguém pode me responder??

Não vejo isso tanto como amor, 
mas como insegurança onde essa mãe  acaba desejando 
ter o filho apenas para si, puro egoísmo,
 por conta disso muitos filhos crescem frustrados,
 despreparados para enfrentar desafios na vida, 
se tornam adultos de pouca atitude e inseguros... 

Mas o pior em alguns casos é que muitas 
vezes ela visa apenas o seu próprio bem estar em alguns sentidos,  
se  analizarmos a fundo, pode ser por um apoio financeiro
 que esse filho traz, e ela não deseja perder,
 pode também ser por um apoio emocional onde ela teme perder, 
e se sentir desamparada, medo da solidão,
 porém com as atitudes que toma acaba afastando 
mais do que trazendo pra perto, o que menos importa 
é na verdade as necessidades do filho, mas sim as dela...

Uma possessão fora do normal onde ela o cria para ela, 
não para "o mundo" como costumamos dizer.
Até certo ponto o filho pode evoluir, 
até onde ela considerar ser uma zona segura PARA ELA
 na verdade, não para ele, exemplo: na escola, no trabalho,
 em alguns casos na amizade, mas quando chega 
no namoro e até mesmo em um casamento o caos acontece!

Entendo ser normal uma certa dificuldade
 nessa etapa da vida de um filho  onde ele 
sai de casa e constrói sua família, diminui a convivência
 com essa mãe, ela tem a preocupação de saber se ele esta bem,
 uma mãe tem direito de ter esses sentimentos, 
mas cabe a ela encontrar seu papel dentro dessa família 
que o filho constrói, não precisando ser totalmente uma perda, 
mas pode sim ser um ganho!
Como???

Recebendo essa nora, ou genro como filhos,
 se eles se pré disporem também a dar essa oportunidade
 claro (e o devem fazer),  participando de forma positiva 
na vida dos netos(não interferindo diretamente 
na educação que os pais dão) com certeza essa 
mãe terá mais ganhos do que perdas...
O melhor é que a família aumente e não diminua!

Mas e se o genro ou a nora ao ver dela
 não for a pessoa certa???
Analize bem os motivos antes de tomar uma postura contrária,
 muitas vezes pode ser uma implicância por pequenos motivos, 
pelo jeito que essa nora ou genro se veste, 
pelo modo que se porta na mesa ou modo de falar, 
pela escolaridade ou profissão, 
pela cor da pele(infelizmente existe racismo ainda), 
pela família desse genro ou nora, pela moradia onde vive, pelo passado...

Na verdade nada disso importa tanto,
 se existir amor e respeito entre o casal, 
pois irão se moldar um ao outro no casamento,
 a relação será a dois!

A única coisa que cabe nesse caso é orientar, 
com muito respeito, paciência e amor,
 nunca proibir ou ficar contra, 
pois essa postura não ajudará o filho em nada em suas decisões.

Se for ou não for a escolha certa cabe somente ao filho
 tomar a decisão final, se der ou não der certo
 é uma experiência de crescimento e amadurecimento 
que ele deve vivenciar, pois existe coisas que uma mãe 
pode ensinar, outras apenas a vida real na prática ensina.



Afinal o casamento é algo que Deus criou, 
a família bem estruturada se forma através dele,
 é uma etapa importante que deve ser vivida,
 estar do lado do filho de forma construtiva seria a melhor escolha...

Uiii..por hoje é isso...

Nora;)




Alguns motivos 
que levam a problemas
 com sogra:



DICAS VALOROSAS!!!!





1.NORA INEXPERIENTE:

-Uma nora que nunca tenha tido sogra, 
não tem experiências e maturidade para contornar
 determinadas situações com sogras to tipo "cobra", 
e acabam se tornando "presas" fáceis.

Nesse caso é aconselhável conversar 
com uma amiga de confiança e buscar ajuda,
 conversar com pessoas que  passaram 
por situações semelhantes e também na atualidade
 contamos com uma ferramenta ampla chamada internet.
Pesquise!






2.SER MÃE DO HOMEM QUE VOCÊ AMA 
NÃO A TORNA SUA MÃE:

- Ou seja, quem tem responsabilidades para com ela é ele, não você. 
Um grande erro é tentar fazer da sogra a sua segunda mãe.
Os papéis se confundem…
Existe sogra que passa a se sentir a dona da nora,
 porque teve a permissão da nora para isso.
Existem sogras que se aproveitam dessa oportunidade 
para acabar com o casamento da nora.
Tem nora que chega ao ponto de permitir que a sogra 
faça coisas que não permitiria nem que a própria mãe fizesse. 
Permitindo até alguns abusos.


Não se preocupe em ter uma segunda mãe, 
independente de sua história de vida com a sua, 
se a sogra fosse boa pessoa, essa possibilidade
 dela tratar você como filha ao invés de perder um filho, 
aconteceria naturalmente, aos poucos, 
não seriam palavras mas atitudes positivas e construtivas,
 por isso nunca force uma relação como essa.



3.AMIZADE SE CONQUISTA:


-Nora pensa que tem que ser amiga da sogra,
 já que serão da mesma família, mas as coisas não são assim. 
Ninguém conquista grandes amizades desse jeito, 
do nada, da noite para o dia. 
Por que com a sogra seria diferente? … 
Amizade vem com o tempo, ambos os lados devem cultivar,
 mostrar que se importam, conquistar a confiança um do outro,
 aceitar o outro do jeito que ele é.
Conviver com os defeitos, com as diferenças, e respeito...
E isso as vezes não existe na relação sogra/noras.
Algumas noras são pessoas completamente submissas a sogra,
 e ela só exerce o poder dominador dela porque
 a nora tem essa postura…
e permite.
Uma coisa que é preciso entender é que nem sempre
 é possível construir uma amizade com a sogra.


É importante TENTAR construir uma amizade com a sogra,
 por amor ao seu marido, 
afinal é a mãe dele...mas quando não é possível,
 a nora não deve sentir-se culpada, ou frustrada.
Nem sempre a sogra esta disposta a isso, 
então não adianta ficar se sujeitando a ser humilhada, 
desprezada, ou tratada com indiferença...
Nesse caso é melhor afastar-se e cuidar de
 você e da sua família (marido e filhos). 




4. NÃO INTERFIRA EM PROBLEMAS ALHEIOS:

- Existem famílias onde os genros/noras entram 
e existem muitas complicações pré-existentes,
 então tentam ajudar, unir todo mundo por exemplo.
Se metem em um problema que é seu, e no final, 
sobra para os genros/noras 
(isso mesmo).


Se existe um problema familiar 
complicado entre eles, e isso não é problema seu. 
Você provavelmente tem problemas pessoais, 
cuide deles!
Existem certas situações que você
 já ajuda não atrapalhando...
Não se deve meter a colher onde não se é chamado,
 onde não te pedem opinião nem ajuda.
Permaneça neutro, imparcial!




5. CADA UM NO SEU QUADRADO: 

- Pois é… Não é porque você é nora/genro que não pode se impor, 
colocando limites. 
Estabeleça regras quando necessário, 
no seu quadrado (casa), tenha atitude.
Do contrário sua sogra se achará dona do seu quadrado
 e irá fazer sua casa uma extensão da casa dela.
Sua casa, é seu espaço, a casa dela é o espaço dela, 
e ambos devem ser respeitados dentro de seus limites.


Busque ter voz ativa...
Esse tipo de sogra cobra desconhece limites!
Deixe claro para a sogra se ela não sabe, 
qual é o espaço dela dentro da sua casa, e família, 
qual papel ela pode desempenhar, até onde pode participar.




6 . HOMENS NÃO LEEM MENTES, 
NÃO CAPTAM NO AR:

- EM ALGUNS CASOS (maioria deles kkk) não adianta
 ficar esperando o marido/noivo/namorado notar 
o quanto estamos sendo maltratadas, recebendo alfinetadas,
 e coisas do tipo… 
Homens não tem esse dom (pelo menos a maioria)...
não adianta choro, cara feia, bico, indiretas, 
mas se você falar com clareza, calma e respeito
 (como se estivesse ensinando cálculos matemáticos para eles), 
eles entendem.
(No meu caso era tão óbvio e claro que ele enxergou sozinho)


Tem nora que destrói seu relacionamento sozinha, 
com as próprias mãos,
entra na pilha da sogra, não dialoga com seu
 namorado/noivo/marido e
sai descarregando nele toda raiva que 
a sogra a faz passar.
Não expõem o que acontece,
 o marido nem teve tempo de perceber e 
ela já ta surtando e querendo obriga-lo a tomar atitude.
É preciso agir diferente para ser feliz!
Faça o oposto do que sua sogra espera que você faça!




7 .SABER SE IMPOR:

- Primeiro que, o homem admira mulher que tem amor próprio,
 e que se respeita. Aprenda a se respeitar!
SE AME PRIMEIRO E SE VALORIZE.
Temos que nos impor, noras!
Nos impor com respeito e limites para o 
marido/noivo/namorado, nos impor para a sogra, 
e para a parentada do marido, exigir sermos
 tratadas com respeito e educação!
Você não deve viver muda nessa situação.
Saiba impor as suas vontades, impor o que você sente, 
o que você quer, estabeleça limites.


Você não precisa ser aceita por ninguém, 
sogra ou  parentes, 
ninguém é obrigado a gostar de ninguém 
morrer de amores, ninguém precisa ser melhor 
amigo de ninguém, nem você e nem eles,  
mas o respeito deve estar acima disso tudo.
E você deve exigir isso, se não for possível, 
se afastar é a melhor coisa a fazer,
 evitar situações que tragam 
desgastes ao emocional e relação.
Se for o caso, afaste-se e viva feliz 
com a consciência limpa!



8. NÃO SUPERESTIME A SOGRA:

- Tem nora que  superestima a sogra, 
até porque procura enxergá-la como enxerga a própria mãe, 
como um poço de virtudes. É da nossa cultura endeusar 
a mulher que é mãe, a maternidade torna uma
 mulher um ser semi-divino. 
Mas existem mães, e MÃES. 
Achávamos que por ela ser mãe, seria incapaz de fazer
 o mal para o filho, desejando algo ruim…
 como uma separação, onde em alguns casos existem netos 
que seriam criados sem o pai ou mãe por exemplo.
Sabemos que toda separação trás dor e marcas.
Achamos as vezes que as maldades dela 
apenas algo “sem noção”…
Relevamos tudo,e engolimos e engolindo… 
E engolir sapos dá gastrite nervosa, entre outros problemas!


Não aceite o que não é normal,
 como sendo algo normal, não tampe o Sol com a peneira.
Não justifique a falta de respeito da sogra 
com ela ser sem noção, isso alimenta as atitudes 
desrespeitosas e da mais espaço para ela continuar sendo.
Não fique engolindo...engolindo...calada.
Pois quando você cansar e explodir, 
será vista como errada não apenas pela 
sogra mas pelos parentes(experiencia própria)
Então quando você quiser colocar 
um ponto final nos abusos da sogra, 
ficará mais difícil, pois ela  mas o 
respeito deve estar acima disso tudo 
vai estar mal acostumada.
Pense nisso.




9. SOGRA TAMBÉM DEVE SE ESFORÇAR
 PARA AGRADAR E CONQUISTAR A NORA:

- Afinal, se a sogra quiser ter o filho por perto,
 ver os netos crescerem, ter um relacionamento
 agradável com a família do filho, frequentar a casa do filho, 
ela tem que tratar muito bem a mulher que o filho ESCOLHEU… 
Não o contrário. 
A sogra que por amor ao filho respeita a escolha 
de esposa que ele tem, só tem a ganhar, pois essa 
NOVA família que se forma acaba acolhendo 
ela em seu convívio.
Mães não amam os filhos incondicionalmente? 
Então, que provem esse amor sendo
 capazes de respeitar as decisões deles, 
respeitando as pessoas que eles amam, 
respeitando a família que eles construíram.



Amor incondicional de mãe tem que

 construir e não destruir, mãe que ama tem que saber 
que cria os filhos e eles um dia sairão de suas casas
 e construirão suas própria famílias onde ela 
poderá fazer parte somando e não diminuindo, 
levando ajuda e não problemas.Onde ela pode
 ganhar muito mais do que perder.
Mãe que não respeita a escolha do filho
 vai afastando ele e sua família dela dia após dia,
 pois ninguém gosta de conviver com pessoas 
em quem não pode confiar, com quem não 
encontra concordância.E acaba destruindo sua relação
 com o filho com suas próprias mãos!





10.  VOCÊ JÁ CONQUISTOU A PESSOA 
MAIS IMPORTANTE  PARA SUA FELICIDADE 
ANTES MESMO DE CONHECER A SOGRA.


Isso mesmo, nora nenhuma tem que conquistar
 sogra que não faz questão
de respeitar o relacionamento do filho,
 o filho dela já foi conquistado. 
Ele já te amava exatamente como você é… 
A sogra não tem que aceitar nada, 
tem que respeitar a escolha do filho e se requisitada 
orienta-lo se necessário e expor sua opinião de forma respeitosa.
Não tentar manipula-lo, ou impor que ele termine
 o relacionamento simplesmente porque ELA ACHA 
que a pessoa não é a certa para seu filho.
Por que você nora quer tanto conquistá-la? 
Por que você nora precisa tanto a aprovação dela? 
Cometemos inúmeros erros querendo a 
aprovação da sogra (as que são cobras),
nos colocamos no lugar dela, queremos evitar que ela 
sofra desnecessariamente com o 
“ninho vazio”… o que dentro do limite do respeito é
 compreensível  pois somos mães também(ou seremos).
Mas em algum momento a sogra se colocou no seu lugar? 
E nada justifica a sogra te desrespeitar.


Se a sogra não gosta de você de jeito nenhum, 
se não te respeita, se investe todas as armas 
para tentar destruir seu namoro/casamento 
então não se sinta culpada de nada.
Invista em seu relacionamento, 
invista na sua felicidade!
Construa uma família sem a influência da sogra, 
e um dia se ela se arrepender e desejar 
fazer parte disso de forma respeitosa e limites, 
aceite, não feche essa possibilidade totalmente,
 porém não fique se humilhando em busca 
disso pois não resolve nada.

Viva sua vida sem se 
preocupar coma dela!


Texto BASEADO em uma reflexão
 de uma nora chamada VIVI.

Por Nora;)

Nenhum comentário:

Postar um comentário